Rotas do Café na República Dominicana, uma experiência única no Caribe

Na província de Barahona, no sudoeste da República Dominicana, você pode encontrar rotas de café onde você pode apreciar as formas de colheita, torrefação e moagem dos grãos.

Rotas do Café na República Dominicana
Rotas do Café na República Dominicana

Em meio a florestas tropicais, montanhas e rios, numerosas trilhas convidam os turistas a descobrir todas as etapas de produção do renomado café da República Dominicana e ter contato direto com as famílias produtoras.

Visitar as plantações de café no norte, sul ou centro da República Dominicana, conhecer os processos de torrefação e moagem, unir-se às comunidades que o produzem e desfrutar das degustações mais deliciosas é uma das formas mais maravilhosas de conhecer em primeira mão a natureza e a cultura do país.

"Percorrer algumas das numerosas rotas de café é uma excelente opção para os visitantes porque é uma experiência que combina aroma e sabor com incríveis paisagens naturais e cultura dominicana", diz Magaly Toribio, Assessora de Marketing do Ministério do Turismo da República Dominicana (MITUR). "Estas são opções no âmbito do compromisso com o turismo sustentável no nosso país.

O cultivo do café ocupa um lugar de destaque na zona central da República Dominicana. No meio de montanhas, vales, numerosos rios e vegetação densa, as províncias de Hermanas Mirabal e Monsenhor Nouel abrigam vários trilhos para explorar a sementeira, o cultivo e a transformação dos cereais. A rota do Café Atabey, nas colinas do município de Bonao, e a rota do Café Jamao (orgânico), nas colinas do Salcedo, são duas rotas recomendadas.

Ambos têm trilhas muito diferentes, com vegetação, dificuldades e tempos de viagem diferentes, mas todos enfatizam a beleza natural da região e a possibilidade de entrar em contato direto com famílias que têm gerações dedicadas ao café. Além de visitar as plantações de café, as trilhas permitem caminhar entre árvores frutíferas e plantas silvestres, observar os pássaros ou tomar um banho refrescante em um dos muitos rios.

Na rota do Café Atabay, a uma altura média de 950 metros, estão a trilha ecológica El Higo, no final da qual a comunidade local vende artesanato em bambu, El Cafetal, com sua bela plantação sob sombra, e El Candongo, que pode ser acessado por mula para desfrutar de incríveis vistas panorâmicas de todo o vale do Bajo Yuna e Vale do Cibao. A rota do Café Jamao é composta pelo caminho La Confluencia, onde se juntam os rios Jamao e Partido, El Cafetal e o caminho La Cueva de Los Caños, uma rota que entra numa enorme caverna em quase completa escuridão, cheia de estalactites; a não perder para aqueles que estão em boas condições físicas.

Também na província de Barahona, no sudoeste do país, você pode encontrar rotas de café onde você pode apreciar as formas de colheita, torrefação e moagem dos grãos. O caminho do Café Toral é um passeio de uma hora por esta conhecida plantação localizada nas montanhas do município de Polo. Outra boa opção nesta área é visitar o Cafeto Madre com guias locais e combinar esta excursão com um passeio pela floresta tropical de Cachote. No Polo há também a Cooperativa Simona Esmeralda Feliz, cuja pequena fábrica e processos podem ser vistos de Novembro a Janeiro.

A serra de Jarabacoa, com seus rios e paisagens verdes ladeadas por densas florestas de pinheiros e montanhas, é outro excelente destino para viajantes que gostam de bom café. A Fábrica de Café Monte Alto oferece uma visita completa às suas instalações de produção de café orgânico. Além de descobrir o processo do grão à xícara, o passeio culmina com várias degustações de café recém-fabricado na cafeteria local.

Puerto Plata, no norte do país, também tem passeios de café. A partir da cidade de Cabarete, a Cabarete Coffee Company, fornecedora de café orgânico cultivado à sombra e de acordo com os princípios do comércio justo, oferece um passeio por várias fazendas de café da região. Enquanto isso, perto da fronteira entre Puerto Plata e Santiago, está a trilha de Pedro García, que foi reflorestada e renovada para incentivar a produção de café nesta rica área de rios abraçados pela Cordilheira Septentrional. A excursão oferece a possibilidade de torrar, moer e preparar sua própria xícara de café, bem como comprar grãos frescos para dar à família e amigos.

Por Mexicanist

Recomendações