Guia de viagem: Belo Horizonte, uma cidade do século XX aberta ao mundo

Belo Horizonte é uma das cidades que fazem parte do Patrimônio Mundial da UNESCO por ser a capital brasileira com a mais alta qualidade de vida. É considerada a porta de entrada para visitar cidades coloniais e a capital do estado de Minas Gerais.

Belo Horizonte é sempre uma maravilha sedutora para o visitante.
Belo Horizonte é sempre uma maravilha sedutora para o visitante.

Ao chegar em Belo Horizonte, o visitante estará agradavelmente imerso no movimento desta cidade com mais de dois milhões de habitantes. Com um clima ameno durante todo o ano, é conhecida mundialmente por sua agitada vida noturna e hospitalidade.

Pampulha, sofisticação delicada

Em Beagá (tão carinhosamente chamada por seus habitantes) há várias atrações, entre as quais se destaca a enorme Lagoa da Pampulha, onde além do imenso complexo arquitetônico projetado por Oscar Niemeyer, há um interessante Jardim Zoológico. Ao lado da Serra do Curral, o visitante encontrará a Plaza del Papa, um dos pontos de vista mais procurados da cidade.

Construída na época da fundação da cidade, a Plaza de la Libertad abrigava a sede do poder de Minas Gerais. Caminhar pelos jardins, inspirado no Palácio de Versalhes, é um hábito saudável dos mineiros. O Circuito Cultural da Praça da Liberdade possui um antigo prédio da administração pública que se tornou espaço de cultura e entretenimento, entre eles o Centro Cultural Banco do Brasil, que faz parte desse grupo desde 2013 e tem uma intensa programação cultural.

O Mercado Central, maravilhosamente sedutor

Uma coisa que vai deixar sua marca nos turistas é o Mercado Central, onde mais de 400 barracas vendem tudo, desde alimentos exóticos, produtos típicos e artesanatos.

Inaugurada em 1929, é considerada um dos melhores mercados do mundo, sendo um dos pontos comerciais mais visitados da capital. Recebe diariamente diversos visitantes de todas as partes do Brasil e do exterior em busca de compras e diversão. Mais de 400 lojas vendem uma enorme variedade de produtos, incluindo doces típicos, artesanato regional, artigos religiosos e condimentos.

Polvilhado por inúmeros bares e restaurantes que dão ainda mais vida ao lugar, é uma tradição almoçar aos sábados de manhã uma feijoada que, segundo os mineiros, é a melhor do Brasil. O Mercado Central oferece visitas guiadas por guias bilíngües de segunda a sábado, das 9h às 17h, e aos domingos e feriados, das 9h às 13h.

Perto de Belo Horizonte

Diamondine, herança de três séculos atrás

Diamantina, a partir do topo de seus 300 anos, tem um rico e bem preservado patrimônio arquitetônico, cultural e natural. Sua origem, na primeira metade do século XVIII, está relacionada à exploração do ouro e do diamante. O nome Diamantina é uma referência à enorme quantidade de diamantes extraídos na região. Em 1999, Diamantina recebeu da UNESCO o título de Patrimônio Cultural da Humanidade.

Um dos edifícios mais pitorescos da cidade é o Passadiço da Casa da Glória, no centro histórico. O prédio conecta, por meio de um corredor de madeira, duas casas históricas onde costumava funcionar uma rígida escola para meninas. A passagem era usada para que elas se movimentassem pela instituição sem ter contato com as pessoas da cidade.

Passeios imperdíveis ao redor de Diamantina incluem as aldeias de Milho Verde (no Caminho Real) e o Parque Estadual do Biribiri, com pinturas rupestres e belas cachoeiras. A Catedral Metropolitana de Santo Antônio da Sé, famosa por seus altares laterais barrocos, é outra atração Diamantina.

Instituto Inhotim, berço da arte contemporânea

Organizado nos 110 hectares de visita em mais de 20 galerias, cercado por imensos jardins e trilhas, está na cidade de Brumadinho. Muitas galerias possuem obras interativas, que permitem o contato com as exposições, tornando a experiência ainda mais única. O Inhotim também possui uma coleção de 4.200 plantas raras de vários continentes. Entre os artistas expostos estão criadores de todo o mundo, como Cildo Meireles, Adriana Varejão, Doug Aitken, Chris Burden ou Cristina Iglesias.

Recomendações