Destacam-se as praias de Las Grutas

Um site de viagens canadense chamado FlightNetwork escolheu Las Grutas pela segunda vez como a praia mais bonita da Argentina. De acordo com este site, Las Grutas é uma das 50 melhores praias da América Latina.

Segundo o jornal Río Negro, o site selecionou a praia patagônica após uma pesquisa entre jornalistas, blogueiros, editores e agências de viagens. Como esta é a segunda vez que o local concede tal distinção, o suplemento Voy do jornal Río Negro destacou os cinco principais fatores que fazem desta praia uma atração turística de destaque.

Nesse ranking, a temperatura agradável de suas águas é, para Voy, o elemento principal. "Banhar-se em águas quentes parece impossível quando brotam de um cartão postal patagônico. Mas não. O mar não está aqui para refrescar a vista. Pelo contrário", disse Voy.

Essa agradável temperatura da água, muito mais quente que o resto das praias patagônicas, é o resultado do "sistema de maré, que duas vezes ao dia expõe o fundo do mar e o sol queima a cada esquina". À medida que a maré sobe e a água avança sobre a cama quente, ela absorve grande parte dessa temperatura.

Marés

Uma característica distintiva de Las Grutas é a grande variedade de marés. Quem já visitou a praia sabe desta enorme oscilação: na maré baixa, a costa recua até 200 metros, enquanto na maré alta, as ondas praticamente atingem a falésia costeira.

Na maré baixa, em alguns lugares a água fica presa criando piscinas ou lagoas que crianças e adultos continuam a aproveitar, para se banharem. "Ali também a vida pulsa, porque se podem ver caranguejos, esponjas, algas, polvos, estrelas... as pequenas espécies que vivem nas profundezas, e aqui elas se mostram sem qualquer escrúpulo".

"Quando o mar sobe, tudo muda. Em algumas descidas, inclusive, a praia é completamente coberta, sem espaço para as pessoas acamparem. E você tem que esperar que a maré alta desça para recuperar um lugar na areia", disse Voy.

Restinga

A "restinga" é uma extensão de pedra que fica exposta quando o mar desce, e é uma das particularidades de Las Grutas. Uma parte está localizada em frente ao setor onde se localizam as cavernas que dão nome ao lugar. O outro setor está mais ao sul, no auge da descida 7.

"Andar por aquela área cheia de acidentes e recantos onde a espuma fica presa é um privilégio raro que é dado aqui diariamente. E algo tão simples como um passeio na praia pode se transformar em uma verdadeira aventura ao ver pequenos animais e vegetação marinha, como se as rochas fossem um museu ao ar livre", descreveu o jornal patagônico.

A diversidade de praias que coexistem nos diversos recantos do balneário e plantas urbanas vizinhas, como San Antonio Oeste e Puerto San Antonio Este, é outra atração da região. "A oferta é inesgotável. Desde as praias centrais reparadas por falésias, onde se podem ver as grutas, até às do acesso norte, com uma paisagem lunar, porque o barranco é quase branco-acinzentado devido ao calcário e à argila de que é feito", listou o jornal.

Ao sul está Piedras Coloradas, que surpreende com a sua areia densa e enormes rochas avermelhadas. Enormes rochas de grande antiguidade emergem ali, formando o núcleo primitivo da Patagônia. Ao sul de Piedras Coloradas, rumo ao planalto conhecido como o Forte Argentino, há uma sucessão de praias selvagens e solitárias que cativam aqueles que buscam o sossego. Além disso, 65 quilômetros para o norte ao longo da Rota 3, há os resorts portuários, enquanto San Antonio, a apenas 15 quilômetros de distância, também tem muito a oferecer.

Fauna Marinha

Um quinto elemento destacado pelo suplemento é a enorme variedade de fauna que pode ser observada, sem a necessidade de recorrer a aquários ou zoológicos, como é o caso noutros locais.

"O mar é um cenário que, durante as 24 horas, oferece tudo e sem limitações. Basta estar disposto a olhar, ou a embarcar, para estar imerso no mesmo habitat onde vivem juntos golfinhos, leões marinhos, pinguins e uma enorme vida de pássaros".

No Inverno e mesmo no início da Primavera, juntam-se a elas as baleias certas, que vêm para a zona para se reproduzirem. Durante o resto do ano, duas espécies de golfinhos, os comuns e os escuros, duas espécies de lobos, os de um e dois cabelos, e os pinguins são os que acrescentam encanto ao lugar. Os passeios para vê-los de perto são feitos em barcos semi-rígidos, que saem diariamente e em horários diferentes, com pequenos grupos.

Por Mexicanist